A Fundadora PDF Imprimir E-mail

Lêda Guimarães Natal nasceu dia 10 de agosto de 1926, no Rio de Janeiro, descendente de uma tradicional família goiana. Estudou harpa com a famosa harpista, Lea Bach, juntamente com matérias teóricas do conservatório brasileiro de música do Rio de Janeiro, por onde se formou. No dia 7 de agosto de 1934, quando tinha apenas oito anos, ofereceu seu primeiro recital no teatro do Copacabana Palace, ocasião em que a crítica previu sua brilhante carreira de concertista. Representou o Brasil no 1º Concurso Internacional de Harpa, promovido pelo Estado de Israel realizado em Tel-Aviv em 1959, tendo recebido elogios unânimes da crítica.Mais tarde, Lêda através de uma bolsa da O.E.A, buscou o aperfeiçoamento artístico com Edna Philips, harpista e professora da Academia de Música da Filadélfia. Ela foi a primeira harpista da América Latina a executar o concerto de Heitor Villa-Lobos para harpa e orquestra. Na década de 60 gravou um disco, chamado "Momentos com a Harpa". Realizou recitais em todo o Brasil. Como mulher e artista em toda a sua existência, refletiu o amor que tinha à vida, aos animais, aos seus semelhantes e à música. Tinha um carinho especial com gatos e cachorros.

Recusava, categoricamente, qualquer tipo de homenagem preferindo o silêncio rico de sua vida simples dedicada à religião e práticas sociais.
Durante muitos anos, a musicista fazia diariamente de ônibus o trajeto de quase 45 km entre sua casa no centro de São Paulo e o abrigo em Parelheiros para verificar pessoalmente como estavam os animais que recolhera. Chegou a morar no local por quase oito anos. Praticamente sem ajuda financeira, a fundadora do Quintal dividia o pouco que conseguia entre os animais que acolhera. Em 1989 voltou para seu apartamento pois tinha dificuldades para se locomover.

A fim de não ver o sofrimento dos animais realizou imensos sacrifícios, deixando na sua história e no seu trabalho o legado que hoje sua atual diretoria e colaboradores procuram manter e continuar. Morreu em 1996 deixando o Quintal de São Francisco como uma ONG, atualmente administrada por voluntários e uma diretoria eleita a cada dois anos.

 

Seja parte da Solução

Banner
Banner

Enquete

Microchip nos animais